NOTÍCIAS



5 dicas para você melhorar na SUBIDA

Postado por: Ronald Santi / Bikecheck Data: 25/10/2017

Fala galera, hoje vamos falar de algumas dicas para você maximizar seu pedal, e andar de forma mais segura, mais dinâmica e mais eficiente.

Hoje o tema escolhido foi as subidas. O grande desafio de todo atleta, ou ciclista, claramente está na subida. É ela que distancia um ciclista do outro, e define os campeões em uma prova de contra relógio por exemplo. Portanto vai aí 5 dicas para facilitar a sua vida nas subidas!

A primeira delas, é o PENSAMENTO POSITIVO. Como qualquer obstáculo, temos que encarar sempre da melhor maneira possível e pensar de uma forma positiva, pois nosso corpo é um só, e isso envolve mente espírito e corpo físico. Como Nuno Cobra em seu livro "A semente da vitória" disse, nosso cérebro é burro pois aceita tudo que colocamos dentro dele. Temos então que focar apenas no objetivo, e ir de pedalada em pedalada, mandando o comando "empurre e puxe" de nosso cérebro para nossas pernas. Portanto pensar que vamos conseguir subir é o primeiro passo para de fato efetivar o objetivo.

Tendo um pensamento positivo, é o prumeiro passo, mas não adianta apenas pensar positivo se de fato as outras coisas não estiverem certas. Portanto, a ALTURA DO SELIM é outro ponto fundamental. Muita gente faz o Bike Fit, o que é muito importante na minha opinião principalmente para evitar futuras lesões, mas existem muitos ciclistas que não fizeram e nem vão fazer. De qualquer forma o selim bem ajustado evita dores no joelho e faz com que os músculos mais fortes das pernas trabalhem melhor. Portanto, para regular a altura do selin, pise com o calcanhar no pedal, de forma que a perna esteja esticada, pois quando você pisar com o peito do pé (forma correta) a perna terá uma leve curvatura, estando assim na posição correta. 

A nossa RESPIRAÇÃO é outro fator fundamental, que irá intervir na subida. Respirar devagar e profundamente é mais eficaz do que uma respiração ofegante. Respirar corretamente, pelo nariz, faz com que o oxigênio percorra um caminho onde o ar entra nos pulmões em uma temperatura ideal, (quando respiramos pela garganta ele entra mais frio do que deveria). Além disso, permite que entre mais ar para os pulmões do que quando respiramos pela boca, e com isso, nossa respiração melhora a quantidade de oxigênio no sangue, ajudando a tirar o lactato, que provoca aquela dor de queimação nos músculos!

REVEZAR entre pedalar em pé e sentado ajuda bastante em subidas longas. Quando fazemos isso, descansamos as áreas dos músculos que estavam trabalhando forte, e quando aliviamos um pouco ao mudar de postura, o músculo descansa e aumenta o tempo sem a "queimação" e fadiga. 

ZIGUE ZAGUE. Fazer zigue zague é outo ponto fundamental em grandes aclives, principalmente quando são muito inclinados. As vezes é melhor percorrer uma distância maior, porém menos inclinada, do que uma distância mais curta, porém com um grau de inclinação elevado. Dessa maneira, evitamos a grande quantidade de força que fazemos, e poupamos mais energia para continuar a subida.

Bem pessoal, esperamos que com essas dicas vocês encarem as subidas de uma forma melhor, mais eficaz e mais positiva! Fiquem ligados para mais posts como esse em nosso site!

Um abraço,

Equipe Bike Check. 

 



VEJA MAIS